Comentando a declaração de Paulo Guedes

Tudo sobre o futuro dos concursos públicos em 2019.

Conquiste a vaga no concurso dos seus sonhos em 2019

 

O Ministro da Economia Paulo Guedes afirmou, há alguns dias, que o governo descartou a possibilidade da realização de concursos públicos nos próximos anos.

Mesmo com a previsão da aposentadoria de muitos servidores, o ministro informou que o Palácio do Planalto apostará em avanços tecnológicos e na digitalização de serviços para diminuir a quantidade de servidores, ou seja, pretende modernizar alguns serviços para economizar na folha de pagamento.

“Cerca de 40% a 50% do funcionalismo federal irá se aposentar nos próximos anos e a ideia é não contratar pessoas para repor. Vamos investir na digitalização”, declarou o ministro.

Mas será mesmo que isso é verdade? Se você acompanha as redes sociais da Casa, você já sabe que isso não vai acontecer. Pare e pense: quantas vezes você já ouviu que os concursos públicos iam acabar? Inúmeras vezes, né?! E os concursos públicos continuam, certo? E vão continuar!

Lembra quando disseram que o concurso do Banrisul não ia sair? A Casa afirmou que haveria concurso e o edital saiu logo em seguida. Diversos alunos da Casa foram aprovados no concurso realizado em fevereiro deste ano e, em breve, iniciarão a realização do sonho de trabalhar no Banrisul.

Você também lembra quando contamos que 2019 seria o ano dos concursos públicos? Vai ser! Acredite! Não desista dos seus sonhos!

Não se preocupe! Se você deseja alcançar a vaga no concurso dos seus sonhos em 2019, continue estudando, pois muitos concursos sairão ainda este ano.

Na última sexta-feira (22/03), ele fez uma live no Youtube da Casa falando sobre essa declaração e mostrando por que você não deve se preocupar.

Confira só o que o professor Edgar falou ao vivo:

As promessas de fim dos concursos
As declarações do Ministro Paulo Guedes não são as únicas sobre o fim dos concursos. Existem diversas matérias que mostram que os anúncios já eram ameaçados desde 2016. No entanto, nesse ano, foram aproximadamente 150 concursos em todo o país. Em 2017, foram 135 concursos grandes. Em 2018, foram cerca de 580. Só em 2019, já aconteceram 17 concursos.

Viu só?! São quase 900 motivos para você acreditar quando a Casa diz que você pode seguir com os estudos normalmente. Mas você quer realmente saber por que os governos fazem isso ano após ano?

Segundo o prof. Edgar, a resposta é “Discurso. Esses discursos são austeros, mas o que é austeridade? Austeridade é um termo de economia. O que é um governo austero? É um governo rigoroso em corte de gastos. Sempre que você está em crise, tem que implementar um governo com austeridade para cortar gastos porque, quando você faz isso, você atrai investimento”.

Essas promessas são sempre de longo prazo, mas afetam o mercado num curto prazo. Isso significa que, apesar de ser uma promessa para o futuro, os resultados econômicos são sentidos imediatamente: a bolsa sobe; os títulos do tesouro valorizam; se fizer pesquisa de Ibope, a confiança do governo aumenta porque o governo é austero e está resolvendo a crise.

O que acontece na realidade
Existem necessidades administrativas, como o fato de que muitos servidores se aposentam. Apesar de o Ministro Paulo Guedes ter afirmado que trocaria esses servidores por “robôs”, isso não seria possível considerando uma baixa de 30% em um órgão público, por exemplo.

Um segundo ponto importante é o bem-estar da população. As pessoas que passam em concursos públicos passam a servir ao público. Com um número menor de servidores, a qualidade dos serviços cai e, como qualquer governo tem seus interesses políticos, desrespeitar o bem-estar público vai contra isso.

Quais os concursos afetados
Os concursos dependem de orçamentos diferentes. Concursos federais, como MPU, TCU, INSS, CEF, PR, PRF e RF dependem do orçamento do governo federal. Por outro lado, todos os concursos estaduais dependem do orçamento de seu Estado e todos os concursos municipais, de seu município. Nesse caso, quem define se haverá concursos ou não são, respectivamente, os governos estadual ou municipal.

Ou seja, se o governo federal está anunciando que não haverá mais concursos, ele só pode falar pelos concursos federais. Mesmo assim, voltamos ao ponto anterior: já foi dito inúmeras vezes que os concursos deixariam de existir, mas eles continuam acontecendo todos os anos.

E por que isso acontece? Porque existem os órgãos essenciais, aqueles que são a base do funcionamento da sociedade como um todo. Um exemplo é a Polícia Federal. Apesar de estar dentro do quadro de órgãos que poderiam ser afetados por depender do orçamento federal, a necessidade de se manter um quadro de servidores suficientemente grande é maior que o fato de o governo querer cortar concursos.

Além disso, alguns órgãos públicos têm orçamento independente. Entram nessa fatia as empresas públicas, as sociedades de economia mista e os concursos do Poder Judiciário, por exemplo.

E aí, gostou das informações que a gente trouxe para você? Se preferir, é só assistir ao vídeo do professor Edgar Abreu na íntegra para não perder nenhum detalhe:

1 Comentário
Comentários em linha
Ver todos os comentários

[…] notícia dizendo que os concursos públicos vão acabar? Não se preocupe! Isso não vai acontecer! Neste artigo do Blog, o professor Edgar Abreu explica tudo que você precisa saber sobre as manifestações do governo […]