Não sabe bem o que é edital e qual sua função? A Casa responde!

Você sabe o que é edital de concurso? Ou melhor, você sabe como ler e compreender as informações presentes em um edital? A verdade é que os concurseiros precisam lidar com várias informações o tempo inteiro, especialmente sobre a própria prova. Apesar da sua importância, saber ler um edital não é uma realidade para a maioria dos estudantes.

Os concurseiros que se dedicam em compreender os editais conseguem usufruir de benefícios que, quem não sabe, não consegue. Entender um edital é essencial para conseguir os melhores resultados e alcançar a aprovação tão almejada. Foi pensando em tudo isso que a Casa reuniu as principais informações sobre o assunto para você ficar por dentro e não perder nada!

Continue lendo e entenda o que é, como funciona e quais as informações presentes nos editais de concurso. Mais do que isso, neste artigo, você entende como ler e compreender esse documento tão importante.

Aproveite e confira também nosso post sobre o edital publicado para o concurso de Polícia Federal.

O que é e como funciona o edital?

Em conceituação bruta, o edital é uma obra escrita onde localizamos avisos, comunicados, informações e citações. No caso dos concursos e provas, em geral, o edital é o documento em que constam as principais informações sobre a prova, especialmente sobre o que será exigido no exame em questão. De maneira geral, ele é divulgado de forma pública para que todos tenham acesso fácil e didático.

O edital funciona, também, como um informativo sobre as regras e regulamentações da prova, e é justamente por isso que a leitura e entendimento de um edital é tão importante. Apesar desse passo ser, muitas vezes, ignorado, investir tempo nesse documento deve fazer parte das etapas para passar no seu concurso dos sonhos.

Aliás, temos uma publicação inteira destinada às etapas necessárias para começar a estudar para concursos. Não deixe de conferir!

Quais informações estão no edital de concurso?

Confira um pouco mais sobre as informações presentes em um edital de concurso:

  • órgão em que a avaliação será realizada;
  • banca organizadora;
  • número de vagas disponíveis;
  • formato de seleção para ocupação das vagas;
  • remuneração e benefícios dos cargos;
  • requisitos para ocupação dos cargos;
  • data de início e de limite para as inscrições;
  • valor da inscrição;
  • datas para realização das provas;
  • forma de pontuação;
  • como as provas e exames serão realizados;
  • critérios utilizados para desempates;
  • locais de lotação.

Como ler e compreender o edital de concurso? Entenda seus pontos

O primeiro passo para a conquista do cargo que você tanto almeja está num arquivo em PDF longo, formal e aparentemente maçante: o edital. Mais frustrante do que olhar para esse edital gigante, é saber que você obrigatoriamente terá que lê-lo de cabo a rabo.

Sabendo disso, preparemos um breve manual para você saber o que precisa procurar em um edital, driblando a extrema preguiça de olhar para aquele monte de palavras e tirando o máximo de proveito delas:

1. O cabeçalho e disposições preliminares

O edital sempre se inicia com o cabeçalho identificativo do órgão/entidade que está abrindo as vagas. Ótimo. Em seguida, vêm as Disposições Preliminares, seção que apresenta rapidamente a banca examinadora, a forma de seleção e, por vezes, o regime ao qual os futuros nomeados estarão submetidos.

2. Dos Cargos

Na ordem mais comum, as Disposições Preliminares são seguidas do tópico Dos Cargos. Esse ponto é muito importante para quem pretende concorrer à vaga, pois ali estão os requisitos exigidos (formação, experiência profissional, idade, quitação de obrigações legais, etc.), a descrição das atividades, a remuneração e a carga horária da jornada.

3. Das Vagas

Na sequência, o capítulo Das Vagas apresenta sumariamente algumas informações sobre as vagas abertas e, normalmente, referir-se a algum anexo, onde estará disposta a lista com o número de vagas para cada cargo. Vale frisar a importância em ler os anexos, pois, muitas vezes, eles contêm informações fundamentais (como cidades onde há vagas ou não e por aí vai).

4. Das inscrições

Dando continuidade à ordem comum dos editais, tem-se o capítulo Das Inscrições, obviamente essencial para o concurseiro. Parece irreal, mas é muito comum o candidato perder a data de inscrição da prova ou se esquecer de pagar o boleto. Esse erro simples elimina imediatamente o potencial candidato.

É necessário agendar essas datas e fazer uma programação séria a partir disso. Nessa seção, também se encontra a forma (e o prazo) de solicitação de isenção do valor da inscrição, bem como o modo de requerer atendimento especial, em caso de necessidade.

5. Das Provas e dos Critérios

O tópico Das Provas divulga o tipo de prova a ser realizada — se é objetiva, dissertativa, estudo de caso, prática ou outro. Também é apresentado o caráter eliminatório e/ou classificatório de cada prova, sua duração e data de aplicação. Além disso, a forma de consultar o local de prova de cada candidato, a maneira como a banca fará a pontuação individual (pontuação máxima e mínima, critérios, etc.) e as falhas que levam à eliminação.

Nesta sessão, também encontra-se a possibilidade de recurso das provas. O item Dos Critérios de Desempate é autoexplicativo, mas não menos importante, até porque esclarece ao candidato astuto a(s) matéria(s) a que ele mais deve se dedicar, bem como outros critérios vantajosos (ser mesário, participar de júri, etc.).

6. Disposições Finais

Em seguida, trata-se dos conhecimentos posteriores ao concurso, como escolha (ou designação) do local de lotação, nomeação, posse e exercício. As Disposições Finais, que quase ninguém lê, são extremamente relevantes, pois, muitas vezes, ditam as normas do dia da prova, como cor de caneta, uso de determinadas vestimentas e porte de eletrônicos. Nesse item, também está a validade do concurso e a possibilidade de sua prorrogação.

Os itens que seguem são geralmente anexos que elencam os conteúdos, de cada matéria, que serão cobrados na prova. Faça seu cronograma de estudos com base nessas informações, calcule quantos dias faltam até a prova e distribua as matérias do edital ao longo desse período, prevendo também momentos para fazer revisões.

Também vale lembrar que existem ferramentas que facilitam a procura de palavras no edital. No caso da extensão PDF, usa-se CTRL + F para pesquisar uma palavra ou expressão.

Agora que você sabe o que é, como funciona, os elementos presentes e como compreender um edital, é hora de colocar em prática. Aproveite e confira mais dicas, informações e novidades do universo dos concurseiros no blog da Casa do Concurseiro!

Se você gostou desse conteúdo, também vai gostar do nosso post sobre a leitura dinâmica como otimizadora de aprendizado. Fique por dentro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *