Momentos

A vida de todas as pessoas é composta de momentos. Instantes em que fazemos uma reflexão e lembramos que agimos correto, que agimos errado ou que poderíamos ter agido melhor – enfim, momentos.

Se a gente tem uma boa lembrança, aí está um momento bom. Se a gente se aflige com alguma lembrança, eis aí um momento não tão bom.

E a vida de Concurseiro? Aí que eu queria chegar. O momento de estudo, para a grande maioria das pessoas, incluindo eu, geralmente é um terrível momento. Existem milhares de coisas melhores a fazer do que estudar. Passear com seus filhos, amigos, cachorros, ver um bom filme, ler um bom livro, até plantar uma árvore é melhor, pois, com o tempo, a gente vê ela crescer. Mas estudando nem sempre a gente vê o resultado imediato.

Estudar é complicado, é chato, não traz resultado imediato e, às vezes, até os amigos e parentes acreditam que você está só perdendo tempo. Contudo, estudar é o momento ruim necessário para o surgimento de um momento inesquecível: A NOMEAÇÃO!

Quando você for nomeado, quaisquer momentos ruins desaparecerão de sua memória, as manhãs frias de estudo, as noites em claro lendo apostilas, as reclamações dos amigos, as faltas em festas da família, tudo some! Fica somente a alegria da nomeação, seu cargo alcançado, seu excelente salário, sua estabilidade financeira e o cheirinho de vida nova.

Você, Concurseiro, já encontrou algum concursado nomeado e perguntou para ele se ele estudou muito? Qual foi a resposta? Com certeza: NÃO! Ele disse que nem estudou muito (mesmo que tenha ficado 10 anos estudando). Mas qual o porquê dessa resposta negativa dele? Ele mentiu? Má-fé? Está doido?

Com certeza não. É apenas a prova do que estou tentando transmitir a você! Ele somente lembra o momento da nomeação! Os momentos ruins foram esquecidos. Fica somente a parte boa, somente o sucesso. Somente os amigos. Agora ele pode ver o filme que quiser, viajar para onde sonhar, tem muitos mais amigos, vai em todas as festas da família (inclusive as melhores são na casa dele) – enfim, ficam os momentos bons. E a vida não são momentos? Faça-os!

artigo casa do concurseiro

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários