Na vida tudo é uma questão de proporção

Sempre que estamos diante de algum problema, temos a impressão de que solucioná-lo será uma tarefa árdua, quase impossível. Mas, para quem vê de fora, sempre há uma saída na vida, uma solução mágica ou um fio de esperança.

Do alto de um prédio, as pessoas parecem pequenas perto de toda complexidade do ser. A bordo de um avião, a uma altitude de 10 mil metros, cidades, lagos e até um país perdem seu ar colossal e passam a ser meros desenhos no relevo.

E onde entra a proporção nessa história toda?

Simples: pegue um mapa do Brasil e percorra-o com os olhos de norte a sul, deixando sua imaginação fluir entre vislumbres da selva amazônica, a beleza ímpar do Cerrado, as praias do Nordeste, a megalópole paulistana, o charme do Rio, os campos do Sul. Em segundos, sua mente varre um continente inteiro.

Uma escala permite vermos tudo por um outro ponto de vista. Um mapa que traga uma escala 1:10000 (1 para 10 mil) permite que cada centímetro escalonado no mapa represente 100 metros de realidade – o que seria útil para mapearmos um terreno, um bairro, uma cidade e seus detalhes.

Mas, se optarmos por uma escala maior, quem sabe 1:1000000 (1 para 1 milhão), teremos cada centímetro do esboço representando 10 km. Assim, poderíamos trazer uma cidade para dentro de um livro ou de uma revista.

Sendo assim, podemos, no nosso dia a dia, usar a proporção para diminuir o impacto dos problemas, aumentar nossa percepção sobre coisas até então impossíveis de serem vistas por certo prisma e rebuscar uma nova visão sobre algo já conhecido.

Lembrando que a palavra “proporção” vem do latim e significa uma relação entre as partes de um todo, ou seja , uma inevitável comparação.

artigo casa do concurseiro

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários