O concurso passou e não fui bem! E agora?

Este é o pensamento de praticamente todos os concurseiros do Brasil, pois dificilmente a gente consegue a tão sonhada nomeação no primeiro concurso. Com essa informação, já podemos nos acalmar, pois se trata de uma situação comum, que todos passam – mas saber que todos sobrevivem a isso dificilmente é um consolo para quem está neste momento da vida. Então, me deixe tentar ajudar.

Primeiramente, a frustração ocorre por que temos a impressão de que todo nosso esforço foi em vão, que tudo o que lemos e estudamos foi perdido e que o tempo que perdemos nesta etapa não volta. Em parte, esse sentimento está certo, o tempo não volta, contudo, ele está longe de ser perdido.

O tempo não foi perdido, tampouco o estudo ou o esforço. O que ocorre, na verdade, é que a busca pela nomeação venceu mais um passo, a distância de seu objetivo diminuiu consideravelmente, pois o estudo não será em vão, ele será aproveitado em um novo concurso e – a maioria das pessoas não acredita, mas – para a nomeação pode faltar bem pouco.

A maioria das pessoas não acredita pois pensa que, ao ter uma derrota no concurso, vai reiniciar seu estudo do zero, do nada, que tudo acabou – o que não é verdade. Toda a carga de estudo, preparação, experiência e metodologia de estudo vai ser aproveitada na próxima prova. O conteúdo pode mudar um pouco, mas grande parte dos conteúdos são comuns. Então, como eu sempre digo, o esforço nunca é em vão.

Agora pense nos erros que você cometeu no último concurso. Existe alguma chance de você cometer os mesmos erros? Quando a gente erra, cria-se uma cicatriz em nosso cérebro que faz com que a gente nunca erre novamente. Quando a gente se equivoca, pode ser que o grau de aprendizado seja mais alto do que quando a gente acerta. Quando estamos fazendo exercícios, um exercício que a gente errou, olhou o gabarito e procurou na apostila a resposta, pode ser de muito mais aprendizado do que dez exercícios que acertamos sem dificuldades.

Então, meus amigos, por mais que a gente erre e não vá bem em alguns concursos, saibam que a vitória pode estar no próximo passo, pode estar na próxima prova, pode estar virando a esquina. Mas, claro, se você desistir, você não dobrará a esquina. Por isso, AGORA NÃO DESISTA!

artigo casa do concurseiro

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários