Perito criminal: o que você precisa saber sobre a profissão

Existem muitas questões em volta da profissão de perito criminal, por isso, entender exatamente todas as funções atribuídas a esse cargo pode ser uma incógnita para muitas pessoas. Mais do que isso, saber quais são os requisitos necessários, salário, como e onde atuam os profissionais da área é importante para entender se essa é uma possível profissão para você.

De forma resumida, o perito criminal é o profissional com oficialização da polícia estadual para investigação de vestígios criminológicos, mas, claro, a profissão não se resume a isso. Pensando nisso, selecionamos todas as informações importantes sobre a profissão.

Nesta publicação vamos explicar o que é, quais as possíveis funções atribuídas, requisitos e salário. Confira!

Afinal de contas, o que é perícia criminal?

A perícia criminal é a área liderada pelo Estado para investigações de caráter científico e técnico nos mais diversos crimes. O Código de Processo Penal prevê que os crimes tenham participação direta da perícia criminal. Desse modo, os peritos criminais operam colaborando para percepção e coleta de provas a fim de solucionar todas as problemáticas do acontecimento.

Com base no artigo 158 do Código de Processo Penal, torna-se imprescindível o trabalho de um perito criminal quando há infrações com vestígios em aberto.

Mas afinal, quais são as funções atribuídas a um perito criminal?

O perito criminal é o profissional que realiza os exames de corpo de delito e elabora laudos policiais – em que estarão expostas todas as informações adquiridas durante o processo. Podemos dividir os tipos de peritos criminais em três principais:

  • peritos criminais: funcionário policial com foco em investigações científicas minuciosas (forense);
  • peritos médico-legistas: profissionais ligados à área de medicina e direito por meio de investigações no corpo humano;
  • peritos odontolegistas: trabalham na identificação humana com base na arcada dentária de um cadáver.

É certo dizer, ainda, que um perito criminal é um servidor público e, portanto, necessita de uma aprovação em concurso que vamos discorrer mais nos tópicos abaixo.

Perito criminal federal ou civil? Qual a diferença?

A diferença entre os peritos criminais federais e civis é simples: enquanto o federal está relacionado ao Departamento de Polícia Federal e opera em sintonia com crimes contra União, o perito criminal civil trabalha com segurança pública e infrações federativas.

Qual o salário de um perito criminal?

Com base no portal Vagas, o salário médio de um perito criminal gira em torno de R$ 9 mil com possibilidade de aumento na faixa de R$ 12 mil. De início um profissional na área da perícia ganha de R$ 6 a R$ 7. Os salários variam de região, cargo para cargo e período de experiência.

O salário estipulado para o cargo de Perito Criminal no Estado de São Paulo, por exemplo, está na faixa de R$ 11 mil reais, enquanto o Perito Criminal na Politec Brasil ganha quase R$ 12 mil. Nada mal, não é?!

O que é preciso para ser perito criminal?

Além de ter ser necessário título de curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação, para ser um perito criminal no Brasil é preciso:

  • Ter nacionalidade brasileira;
  • Ter 18 anos ou mais;
  • Não possuir nenhum tipo antecedentes criminais;
  • Ter cumprido todas as suas obrigações eleitorais;
  • No caso dos homens, também é preciso estar em dia com suas obrigações militares;
  • Ser aprovado em concursos em âmbito federal ou estadual.

Sobre a avaliação do concurso de perícia criminal, há questões objetivas e discursivas, além de testes de aptidões físicas junto a prova oral e avaliações médicas referentes à psicologia. As disciplinas solicitadas, em sua maioria, estão ligadas às áreas do direito – penal, constitucional e administrativa – conhecimentos específicos e língua portuguesa. Além de questões com raciocínio lógico e legislativo.

Qual formação fazer para ser perito criminal?

Para ser um perito criminal, é necessário que o profissional tenha um curso superior, mas não há necessidade que seja um curso específico, desde que siga titulação nas seguintes áreas:

  • Psicologia;
  • Medicina e biomedicina;
  • Biologia;
  • Bioquímica e química;
  • Farmácia.

Por sorte, é possível se especializar em uma área de acordo com seu interesse e aptidão, basta estar ciente da necessidade de conhecer as funções destinadas ao cargo escolhido.

Para o profissional que deseja seguir carreira como perito criminal, é importante ter em mente que nenhum dos cursos superiores listados acima dará conta de tudo o que você precisa saber. Dessa forma, se você tem interesse na profissão, confira nosso curso preparatório para um dos diversos concursos para o cargo de Perito Criminal Geral!

Essas são as principais informações sobre perícia criminal e o cargo de perito criminal. Há algumas possibilidades de especialização para quem deseja seguir a profissão. Veja mais sobre os concursos de todo o país no blog da Casa do Concurseiro.

Se você gostou do nosso tema, provavelmente vai gostar da nossa publicação: “Principais concursos de segurança pública para você conhecer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *