PM-GO: 2 mil vagas e edital próximo da publicação

A expectativa para a publicação é cada vez maior.  Divulgação deve ocorrer ainda este ano com vagas de Soldado e Cadete.


Saiba como se preparar para o concurso PM-GO

Muitas pessoas ainda mantêm vivo o sonho que toda a criança possui de se tornar policial militar. Você é uma delas? Então, vai ficar contente com as últimas movimentações do concurso público para a Polícia Militar do Estado de Goiás. O artigo de hoje aqui no Blog da Casa aborda o certame, que já está com banca definida e previsão para 2.000 vagas aos cargos de Soldado e Cadete.



Fique atento ao conteúdo deste post e saiba todas as últimas movimentações sobre o certame.



A expectativa para o concurso PM-GO é cada vez maior, já que o decreto que escolhe o Instituto AOCP como banca examinadora já foi publicado no Diário Oficial de Goiás e o Plenário da Assembléia Legislativa de Goiás aprovou o Projeto de Lei que efetua uma readequação e, por consequência, uma melhor distribuição do efetivo. 

Também já foi realizada uma análise da situação atual do Estado, o que incluiu o Projeto de Emenda Constitucional sobre teto de gastos, para que o concurso fosse autorizado. O objetivo para a realização do concurso é reforçar os quadros da Segurança Pública de Goiás.

O quantitativo de vagas ofertada deve ser distribuído da seguinte maneira:

  • 1.920 para Soldado QPPM 3ª Classe;
  • 80 para Cadete da Polícia Militar.


Lei que extingue a terceira classe na Segurança Pública é sancionada

O Governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado, homologou o Projeto de Lei que oficializa a extinção da graduação de Soldado de 3ª Classe da Carreira de Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.

Segundo trecho que consta no projeto, a lei tem o objetivo de “corrigir distorções existentes nas normas que disciplinam as carreiras de Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, de Agente de Polícia e de Escrivão de Polícia, da Polícia Civil, de Assistente de Gestão Prisional e de Agente de Segurança Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária”.

Com isso, a categoria passará agora por um reenquadramento e alteração nos salários de 2.022 Soldados da Polícia Militar e 228 do Corpo de Bombeiros. A partir de agora, a remuneração passará de R$ 1,5 mil para R$ 5,7 mil.

Além disso, assegura a reestruturação da carreira de 400 Escrivães e Agentes da Polícia Civil e mais 11 Agentes de Segurança Prisional.


Requisitos para ingressar 

Soldado: é necessário que o candidato tenha nível superior em qualquer formação e idade entre 18 e 30 anos na data da inscrição.

Cadete: é requisito ter formação de Bacharel em Direito e idade entre 18, na data de incorporação/inclusão/matrícula, e não superior a 32 anos quando na promoção ao primeiro posto, quando Civil. Se Militar, 32 anos na data de matrícula e idade não superior a 35 anos quando na promoção ao primeiro posto.

Para ambos os cargos, é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. A altura mínima exigida é de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres.


Último concurso

Feito em 2016, foram 2.500 vagas nos postos de Soldado de 3ª Classe e Cadete e registrou o número de 41.829 inscritos. O formato de certame deve ser mantido o mesmo – a avaliação ocorre por meio de prova objetiva e exame discursivo, teste de avaliação física, avaliação médica e avaliação psicológica e avaliação da vida pregressa e investigação social.

Conteúdo programática da última prova

A mesma situação deve acontecer com as disciplinas abordadas na elaboração da prova. Seguindo esta lógica, a avaliação será composta por 50 questões de múltipla escolha com alternativas de ‘a’ a ‘e’.

Os candidatos terão cinco horas para realizar as provas (objetiva e discursiva), que contaram com as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Realidade Étnica, Social, Histórica, Geográfica, Cultural, Política e Econômica do Estado de Goiás;
  • Noções de Direito Penal;
  • Noções de Direito Processual Penal;
  • Noções de Direito Penal Militar;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Legislação Extravagante.

Teste de aptidão física

O exame de aptidão física é composto por teste de tração na barra fixa (para os candidatos do sexo masculino), teste de tração na barra de isometria (para as candidatas do sexo feminino), flexão de braço sobre o solo em quatro apoios (para candidatos do sexo masculino), flexão de braço sobre o solo em seis apoios (para candidatas do sexo feminino), abdominal curl-up (ambos os sexos), corrida de 12 minutos (ambos os sexos) e natação de 25 metros (ambos os sexos).



Esteja pronto para o grande dia 

Você não precisa e nem deve esperar a publicação do edital para se preparar para o concurso da Polícia Militar do Goiás. Comece agora mesmo a estudar com professores especialistas na área e com os melhores materiais e conteúdos sobre o que é exigido pelo certame.

Venha para a Casa do Concurseiro e faça aquele upgrade necessário nos seus estudos para ser o próximo a ter o nome publicado no Diário Oficial e se tornar um policial de vez.

Ajudamos você a dar o primeiro grande passo rumo à aprovação

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários