Saiba o que é raciocínio lógico e matemático e como desenvolvê-lo

Você, provavelmente, já ouviu falar de raciocínio lógico e matemático, especialmente se já precisou utilizá-los para passar no seu concurso dos sonhos. Para muitas pessoas, ele é um trauma responsável por causar bloqueio na hora de resolver questões avaliativas.

Para converter essa situação, é necessário entender os conceitos, se preparar e praticar para, então, conseguir colher os resultados esperados. Pensando nisso, elaboramos todas as informações necessárias para você superar as dificuldades e desenvolver seu raciocínio lógico e matemático da melhor forma possível.

Confira também nossa outra publicação com mais dicas para estudar para concurso público.

Nesta publicação, você entenderá o que é, os tipos, como funciona os testes de raciocínio lógico e um guia prático de preparação. Vamos lá!

O que é raciocínio lógico matemático?

Raciocínio lógico matemático é uma metodologia para resolução de problemas relacionados a aspectos exatos e lógicos. Para além do contexto avaliativo de uma instituição, o raciocínio lógico funciona para questões cotidianas. Para tanto, é necessário utilizar de certas habilidades cognitivas que, muitas vezes, precisam ser desenvolvidas ao longo do nosso desenvolvimento.

Dentre essas habilidades, podemos dar destaque à atenção, memória e organização, todas elas no campo das ideias. Essas competências são inseridas no nosso aprendizado desde criança, com atividades como:

  • quebra-cabeças;
  • jogos de memória;
  • jogos de tabuleiro;
  • jogos de blocos – tipo LEGO;
  • leitura.

Esses exercícios estão diretamente ligados à capacidade de estimular nosso raciocínio lógico, mas não somente a isso, estímulo à criatividade, resistência a frustrações e organizações de ideias também são afetadas por essas e outras atividades.

Tipos de raciocínio lógico

Há três tipos de raciocínio lógico: indução, dedução e abdução. Cada uma possui características particulares e aplicações diversas, confira!

  • indução: o raciocínio dos cientistas, a indução é entendida como uma regra sobre um ato específico. Por exemplo: hoje eu coloquei a mão no fogo sem querer e me queimei, logo, se eu fizer isso de novo, o resultado será o mesmo;
  • dedução: entendido como o raciocínio dos matemáticos, a dedução é aquela ligada a uma conclusão: o fogo queima, logo, se eu colocar minha mão, serei queimado;
  • abdução: associada a detetives, a abdução é um raciocínio sobre a premissa de algo: se minha mão está queimada e o fogo queima, por consequência, coloquei minha mão no fogo.

Como funcionam os testes de raciocínio lógico?

Um teste de raciocínio lógico funciona para avaliar as habilidades lógicas cognitivas de um indivíduo e a capacidade deste de raciocinar. Nestas avaliações, são levadas em consideração justificativas, princípios, alegações e afirmações.

Vários processos seletivos utilizam o teste de raciocínio lógico como requisito para selecionar candidatos e, por isso, entender como funciona o exame é muito importante.

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, um teste de raciocínio lógico não é sobre fazer contas matemáticas de cabeça, mas sobre a capacidade do candidato em resolver problemas de forma lógica e elaborar estratégias de soluções. Essa é uma habilidade requisitada por muitas empresas, razão pela qual o teste é tão importante.

O tipo de teste varia de acordo com o cargo solicitado. Para uma vaga de gerência, por exemplo, o teste será mais extenso e profundo do que para iniciantes. A área também influencia diretamente no teste a ser aplicado – para cargos de atividades exatas, como engenharia, os exames tendem a ser mais elaborados.

Veja nossa publicação: “Questões de raciocínio lógico resolvidas por professor – Dicas TJ-RS!

Como desenvolver o raciocínio lógico?

Agora que você sabe o que é, os tipos e as características de um teste de raciocínio lógico, é hora de entender como desenvolvê-lo de forma assertiva.

Para melhorar seu raciocínio lógico e matemático, é necessário fazer exercícios de treinamento e preparação, mas não somente isso. Se preparar para um concurso vai além de estudo e prática, apesar de estes serem seus principais aspectos.

Por outro lado, a preparação também precisa ser física e mental. Ter boas noites de sono, se alimentar bem, beber bastante água e fazer exercícios físicos são hábitos mais significativos do que as pessoas imaginam.

Dito isso, confira os passos necessários para melhorar suas habilidades de raciocínio lógico e matemático:

  • invista em atividades, jogos e exercícios que ajudam neste momento: palavras cruzadas, sudoku, jogos de cartas e xadrez são os mais conhecidos e indicados;
  • alguns aplicativos sobre matemática também podem ser de grandíssima ajuda. O Fit BrainsElevate Luminosity são alternativas que podem – e devem – ser consideradas;
  • considere fazer um ou mais cursos para facilitar esse processo. Na Casa do Concurseiro você tem acesso a dois cursos com foco no desenvolvimento de raciocínio lógico. Confira: 70 Tons de Raciocínio Lógico – FUNDATEC e Aprendendo sobre Raciocínio Lógico.

Gostou das nossas dicas? Tem mais algum assunto que você queira ver por aqui? Conta pra gente!

Ah! Veja também nossa publicação sobre os ganhadores do livro “Raciocínio Lógico Facilitado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *