Otimizando sua rotina de estudos rumo à aprovação

A jornada da aprovação no concurso público nunca é simples, e o aprendizado não é apenas em relação aos conteúdos, mas também sobre disciplina, força de vontade e muita perspicácia. Tudo isso começa com a elaboração de uma boa rotina de estudos, e no post de hoje vamos trazer as dicas chave para ter sucesso na sua – é só seguir lendo que aqui você já é de casa!

A importância de uma rotina de estudos

Criar uma rotina de estudos é indispensável para condicionar da melhor forma como você aprende. Está exaustivamente provado na literatura especializada o quanto a maneira como fazemos algo afeta a qualidade da performance e da absorção de informação.

Os passos para estabelecer uma rotina de qualidade têm mais nuances do que imaginamos, e seu corpo, sua mente e especialmente o seu ‘Eu’ do futuro, aprovado e realizado, vão te agradecer por levar em conta essas importantes dicas.

6 Dicas para criar uma boa rotina de estudos

Antes de tudo, é importante pensar que qualidade, em maior parte dos casos, é mais importante do que quantidade. Por isso, não se desanime se seu tempo for limitado. Poucas horas bem aproveitadas podem valer muito mais que uma série de horas mal utilizadas.

O mais importante é estar preparado e instrumentalizado para fazer o melhor de cada minuto:

1. Conheça sua rotina e use ela a seu favor

Faz bem ter uma rotina, isso ajuda o corpo e a mente a se acostumarem e incorporarem atividades de forma mais natural no seu dia a dia.

A maioria das pessoas têm horários definidos para a escola ou faculdade, para o emprego, para almoçar, jantar, acordar e dormir.

Vale a pena usar isso em seu favor. O primeiro passo é analisar como funcionam seus horários e escolher um espaço de tempo de qualidade para estudar.

Na vida corrida de muitas pessoas, criar essa brecha significa abrir mão de algumas atividades. Especialmente se essas atividades forem em horários produtivos.

É importante evitar horários em que se está muito sonolento, como diretamente antes de dormir ou logo após uma refeição muito pesada.

Você pode agregar momentos de trânsito, como enquanto está no ônibus ou van, para ir estudando, ou gravar suas anotações em áudio para escutar enquanto dirige ao trabalho, por exemplo.

Já os períodos antes de dormir, no intervalo do almoço ou logo após acordar podem ser chaves para fazer suas revisões e fixar o conteúdo estudado anteriormente, recapitulando e antecipando novos conteúdos.

Elabore um cronograma detalhado de sua rotina e encontre espaços de oportunidade para inserir seus momentos de estudo.

2. Entenda o conteúdo dos editais

É normal ficar perdido ao se organizar para estudar. E as coisas podem levar algum tempo para se estruturarem, é natural.

Por isso é tão importante conhecer os editais e também a banca responsável. Conte com assessoria especializada para o concurso que irá prestar, adquirindo um curso online preparatório, como os daqui da Casa do Concurseiro.

Com ajuda para explorar os conteúdos e entendendo o perfil da banca, você já deu um passo importante na filtragem do conteúdo e nas táticas em relação à prova, além de poder estudar e praticar de forma mais específica as questões da prova.

3. Adote metodologias

Entender o que é importante estudar e quais os horários para se estudar não são toda a garantia de eficiência. É natural querer estudar o mundo nas poucas horas disponíveis na semana, mas é importante ter calma.

Segmente bem os conteúdos, separe-os por categorias e crie mapas mentais para conseguir criar “núcleos” para cada conteúdo. Com isso fica mais fácil associar um conteúdo ao outro, ter uma visualização tanto da organização dos estudos quanto do próprio progresso.

Administrar seu tempo de estudo também envolve descanso. Metodologias como a tradicional Pomodoro, em que se faz uma pausa de 5 minutos para cada 25 de estudo, ajudam a garantir um momento de descompressão, o que diminui o estresse e melhora a capacidade de absorção.

Hoje há uma série de metodologias modernas que podem te ajudar a aproveitar melhor cada instante de estudo. Pesquise sobre elas e encontre a que mais se encaixa com seu modelo de aprendizagem!

4. Prepare o ambiente

Atenção: momentos de estudo devem ser muito bem aproveitados. Por isso, criar o ambiente ideal é indispensável.

Isso significa escolher um lugar silencioso, livre de interrupções. Portanto, avise sua família de seus momentos de estudo e solicite privacidade.

Livre-se de tudo o que possa oferecer distrações: coloque seu celular no modo avião, feche as abas de redes sociais e evite músicas agitadas.

Leve para seu ambiente tudo aquilo que irá precisar: caderno para anotações, o computador para as vídeo aulas, água para ficar hidratado e nada mais além do fundamental.

A posição importa também: use uma cadeira confortável. Evite estudar deitado para não pegar no sono, especialmente quando estiver cansado.

5. Prepare seu corpo

Alimentar-se bem é uma das principais maneiras de turbinar sua cognição, sabia? Um corpo mal nutrido e desidratado tem um desempenho muito menor.

E tome cuidado com bebidas energéticas, alimentos com carboidratos simples e açúcares em excesso. Apesar de todos eles trazerem picos de energia, esses picos duram pouco e acabam criando um ciclo improdutivo em seu organismo.

Evite comer enquanto estuda para não perder o controle ou acabar comendo de forma compulsiva.

O sono é o principal combustível da memória. Não perca sono. Se puder, tire pequenos cochilos durante o dia para ajudar a fixar os conteúdos estudados, isso tem um efeito bastante positivo na curva de aprendizagem.

6. Prepare sua mente

Em corpo são, uma mente sã. Sabemos o quanto esse momento da vida é estressante, mas é indispensável não apenas estar motivado como também preparado para todas as circunstâncias.

Não deixe o pavor da reprovação e os números da concorrência te intimidarem. Apesar de estar vivendo um momento particular de sua vida, não deixe de se entreter, também.

Com o tempo mais restrito, cada momento de descontração vai ter um sabor especial.

Tente adotar técnicas do mindfulness, como a meditação. Pense positivo e encare as situações de forma tranquila, entendendo que a não aprovação não significa o fim de tudo. É um aprendizado. Por isso, esteja atento aos seus erros e entenda que haverá diversas oportunidades de consertá-los no futuro.

Agora que você está mais preparado para encarar sua jornada para aprovação, é hora de cair de cabeça nos estudos com profissionais qualificados. Aqui na Casa do Concurseiro estamos sempre trazendo conteúdos de qualidade e atualizados para os principais concursos do Brasil, é só conferir nossas publicações e checar os calendários e cursos em nossa página.

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários