“Tudo que eu abri mão valeu a pena” conta aprovada no TRE!

Daniela Ayala dos Santos conquistou aprovação em dois estados. Aprovada no TRE destaca rotina para passar no Tribunal Regional Eleitoral.

 

Daniela Ayala dos Santos, 34 anos, relata sua trajetória até ficar entre os dez primeiros colocados de dois concursos do Tribunal Regional Eleitoral. Aprovada no TRE, ela fala sobre a rotina de estudos e as motivações que a levaram a se dedicar aos concursos.

“Os meus pais sempre me incentivaram a fazer concurso, mas nunca foi a minha primeira opção”, conta Daniela. Formada em Administração de Empresas, ela trabalhou durante um tempo como bancária até decidir investir na área da moda por volta de 2011. Porém, mesmo atuando como autônoma, não conseguiu ter os rendimentos esperados, além de ter uma rotina sem horários. “A perspectiva não era o que eu sonhava”, revela. Assim, era hora de mudar de rumo.

Em 2014, Daniela começou a estudar para concurso, com foco no certame do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul. Segundo ela, no início não foi algo fácil, pois teve de reorganizar sua vida. A rotina de estudos foi mudando aos poucos, aumentando gradualmente o tempo dedicado ao aprendizado. “Eu tive que reaprender a estudar”, salienta. Com o tempo, passou a estudar intensamente, frequentando aulas presenciais e utilizando, inclusive, sábados e domingos para os estudos.

Apostilas grátis para concursos? Temos!

Segundo Daniela, o apoio da família e do namorado foram fundamentais, pois, desde o início, eles sempre estimularam que ela prestasse concurso. “Eu tive apoio de todos, minha mãe ficava com a minha filha de manhã, para eu poder estudar, meu pai me dava carona para o curso…”, relembra. A concursada conta que o namorado sempre foi muito otimista, acreditando em um bom desempenho dela no certame.

Quando Daniela viu o resultado e seu nome em 8º lugar no concurso do TRE, foi uma surpresa, que ela confessa ter levado um tempo para assimilar. “Eu demorei a acreditar”, conta a hoje aprovada em dois concursos do Tribunal Regional Eleitoral. No TRE-RS, ela conquistou o 8º lugar no concurso para Técnico Judiciário, na área administrativa, e no TRE do Mato Grosso, foi aprovada em 10º lugar para Analista Judiciário, também na área administrativa.

Para quem ainda está estudando, Daniela recomenda pensar positivo e acreditar no próprio potencial, se dedicando ao máximo para passar, além de persistência. “Eu tenho certeza que todo mundo que segue esse rumo e que não desiste, vai chegar a sua hora e vai conseguir a nomeação”, atesta. Para ela, o período de um ano e meio de dedicação aos estudos foi um tempo bem recompensado. “Tudo que eu abri mão valeu a pena”, afirma.

Cursos para o concurso TRE? Temos!

Saiba mais sobre o concurso TRE-PE!

Saiba mais sobre o concurso TRE-SP!

capas-quadros-programa-04

 

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários